Sou todo dia

Hoje não brigo tanto quanto brigava antes, aprendi a escolher minhas batalhas e, principalmente, contra quem.
Algumas pessoas são simplesmente perda de tempo, fôlego e saliva. Independe se o seu argumento é o mais racional e estruturado, se a pessoa ainda está presa numa caixa depois de tudo, não há nada que a fará sair. Minha tática atualmente? “Realmente o seu ponto está muito claro e faz todo sentido“. Por dentro estou dando risada. Provavelmente não verei mais tanto essa pessoa.

Tumblr

Em um mundo cada vez mais hostil, as polarizações só aumentam. Todo mundo está na defensiva e o Ego está inflado 24hrs por dia. E esse Ego é muito perigoso, pois começamos a querer ditar como o outro deve viver, sem nem mesmo conhecer sua realidade.
Começamos a falar para meninos que eles não podem ter sentimentos. Para meninas, que elas devem ser lindas flores femininas só esperando para serem escolhidas por um menino. Ensinamos as crianças que quando elas crescerem e namorarem, alguém deve mandar enquanto o outro deve ser submisso. Não ensinamos amizade e compreensão, ensinamos competitividade, nos jogos, nas notas, na carreira e até nos sentimentos (ai de quem se importar hoje em dia). Não ensinamos lealdade, aquela básica mesmo, do tipo camaradagem.
É um constante “não faça isso“, “não seja assim“, “não aja desse jeito“, que ser você mesmo nos dias de hoje é um dos maiores atos de coragem.
Ser seu tipo favorito de pessoa é afrontoso. Ser um menino que demonstra seus sentimentos, é ser fraco. Ser gordinho ou gordinha e estar de boa com isso, é uma ofensa gravíssima. Ser o amigo que liga e se importa com os outros é carência. Ser o que fala “eu te amo” é loucura. Querer estar segura andando de shorts, ou qualquer outra roupa, é asqueroso. Querer ser feliz em público é o maior crime.

Tumblr

O que leva ao próximo tópico: não sinta culpa por ser quem você é, por amar o que você ama, ou quem você ama (a não ser que você seja um serial killer, dai não é legal). Mas ser quem você é não fere ninguém, então vá fundo, seja sua pessoa favorita no mundo e se ainda não é, construa seu caminho pra chegar lá. Pode levar tempo, pode levar trabalho e ninguém tem a fórmula certa pra isso, porque cada um tá trilhando seu caminho. Não tem problema em se afastar de pessoas tóxicas. Você está reabilitando sua cabeça, sua autoestima, em qualquer outra corcunstica que uma reabilitação fosse necessária, afastamento seria indicado, então não sinta culpa.
Não sinta culpa, sinta coragem, tente sentir aconchego na sua própria pele. Não vai ser a pessoa que está te criticando que vai dormir dentro da sua cabeça à noite, será você e vocé estará sozinha(o) lá, ninguém vai segurar essa barra junto com você, nem mesmo o Raça Negra.
A pior coisa que tem é sentir culpa por ser quem é, principalmente se não é algo perigoso, principalmente se é algo que te faz feliz e te acalma. Então, migo ou miga, vai fundo. Seja sua melhor versão, independente do que ela seja, pois como já diria Mother Monster, Lady Gaga *faz sinal da cruz*:

“Não importa se você é gay, hetero, bi, lésbica, transgênero, não importa se você é negro, branco, chola ou feito no Oriente, você está no caminho certo e você nasceu pra ser corajoso!”

Posso ouvir um Amém?

AMÉM!

One thought on “Sou todo dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *